Grupo chefe da Havaianas registra queda de receita líquida e lucro no segundo trimestre

05/08/2023

A Havaianas, marca icônica da Alpargatas, também apresentou queda nas vendas, mas com aumento na receita por par em alguns mercados internacionais. 

Foto: (Divulgação/VOCÊ S/A)   Leia mais em: https://vocesa.abril.com.br/carreira/veja-como-e-trabalhar-na-alpargatas
Foto: (Divulgação/VOCÊ S/A) Leia mais em: https://vocesa.abril.com.br/carreira/veja-como-e-trabalhar-na-alpargatas

No segundo trimestre, a Alpargatas registrou uma queda na receita líquida para 926 milhões de reais, com um lucro bruto de 377,6 milhões de reais, representando uma redução de 32% em relação ao mesmo período de 2022. O Ebitda normalizado foi de 4,8 milhões de reais, com uma margem Ebitda de 0,5%, e o prejuízo líquido consolidado atingiu 53,1 milhões de reais.

A Havaianas, marca mais famosa da Alpargatas, também enfrentou desafios, com a receita líquida impactada pela queda no volume de vendas no trimestre, totalizando 919,2 milhões de reais, uma queda de 12,5% (ou 13,1% em moeda constante). Apesar disso, a receita líquida por par aumentou 10,6% (ou 9,7% em moeda constante).

A receita líquida da Havaianas caiu 12,6%, mas houve um aumento na receita por par de 8,5%. Já a receita líquida internacional por par da Havaianas aumentou 17,6%, impulsionada pelo ajuste de preços na Europa e pelo aumento de 9,5% na receita por par nos mercados de distribuidores. Nos EUA, a receita por par cresceu 0,7% em moeda constante.