Fãs de K-pop convocam celebridades e marcas de luxo a agirem pelo clima

27/08/2023

Grupo ativista Kpop4planet lança campanha para incentivar embaixadoras do K-pop Blackpink e marcas de luxo como Chanel, Celine, Dior e Saint Laurent a aderirem a metas climáticas globais.

(reprodução/instagram @kpop4planet)
(reprodução/instagram @kpop4planet)

Uma campanha lançada pelo grupo ativista Kpop4planet está chamando a atenção das celebridades do K-pop e marcas de luxo que as apoiam, incluindo Chanel, Celine, Dior e Saint Laurent, para se alinharem com as metas climáticas globais. Os cofundadores da campanha, Dayeon Lee e Nurul Sarifah, estão usando a influência da comunidade do K-pop para pressionar as marcas de luxo a adotarem práticas mais sustentáveis. A campanha intitulada "Unboxed: High Fashion, High Carbon" avaliou os compromissos climáticos das marcas e seu progresso em direção a eles, destacando aumentos de emissões entre 2020 e 2021.

Os membros do grupo de K-pop Blackpink têm se manifestado sobre a crise climática e pediram aos fãs que se juntem à ação climática como embaixadores da COP26 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Embaixadores de luxo: (L-R) Lisa, Jisoo, Jennie e Rosé do BLACKPINK participam do MTV VMA 2022 - Foto: Dia Dipasupil/2022 Getty Images
Embaixadores de luxo: (L-R) Lisa, Jisoo, Jennie e Rosé do BLACKPINK participam do MTV VMA 2022 - Foto: Dia Dipasupil/2022 Getty Images

A campanha enfatiza que, dada a urgência das mudanças climáticas, qualquer aumento nas emissões é inaceitável. Embora as marcas tenham anunciado compromissos de redução de emissões, a autenticidade de seus esforços é questionada. As celebridades do K-pop e as marcas de luxo são vistas como influenciadoras de tendências e, portanto, têm um papel importante na criação de uma cultura de ação climática. A parceria entre o ativismo do K-pop e as demandas por sustentabilidade reforça a necessidade de ações concretas e genuínas na indústria da moda de luxo.