Grupo Kering, dono da Gucci, compra 30% da Valentino por 1,7 bilhão de euros

27/07/2023

Aquisição de 30% da marca italiana encerra especulações sobre o futuro da Valentino e fortalece a posição da Kering no setor de luxo. 

Foto: Cortesia Grazia.it
Foto: Cortesia Grazia.it

Após uma remodelação administrativa e a chegada de um investidor ativista, a Kering anunciou a aquisição de uma participação de 30% na icônica marca de moda italiana Valentino por 1,7 bilhão de euros. O acordo também inclui a opção de compra de 100% do capital da marca até 2028. A transação faz parte de uma parceria estratégica mais ampla entre a Kering e a Mayhoola, com possibilidade de a Mayhoola se tornar acionista da Kering no futuro, conforme comunicado conjunto divulgado com os resultados do primeiro semestre.

A aquisição da participação na Valentino encerra anos de especulações sobre o futuro da grife fundada por Valentino Garavani em Roma, em 1960. Atualmente, a marca possui 211 lojas em mais de 25 países e registrou vendas de 1,4 bilhão de euros e EBITDA recorrente de 350 milhões de euros em 2022.

Com a transação, a Kering se tornará um acionista significativo da Valentino, com representação no conselho, enquanto a Mayhoola permanecerá como acionista majoritária, detendo 70% da marca. A parceria estratégica tem o objetivo de elevar ainda mais a marca Valentino, consolidando a posição da grife no cenário do luxo global.